Dr. Micro e o Instituto Araçá Mirim oferecem a perspectiva de um futuro melhor

​Marília Nascimento Pinto de 29 anos é fundadora e coordenadora do Instituto Araçá Mirim, localizado no município de Lençóis – BA, território da Chapada Diamantina. O instituto tem como principal objetivo construir políticas de incentivo à educação através da arte, cultura, esporte, turismo e conservação do meio ambiente.

​A sede física do projeto está localizada no bairro Amto da Estrela, onde são oferecidos cursos como empreendedorismo, informática e multimídia, todos de livre acesso à população. A unidade é composta por 11 microcomputadores e uma impressora, além de todo mobiliário e estrutura para sala de aula. No entanto, a extensão do projeto ultrapassa as barreiras geográficas. Através da parceria com a Dr. Micro o projeto oferece cursos de capacitação gratuitos para diversas regiões do país, atendendo em média 400 pessoas entre homens, mulheres e jovens.

​Além disso, Marília e o Instituto Araçá Mirim foram ganhadores do prêmio Telecentros Brasil 2011, promovido pela ATN – Associação Telecentro de Informação e Negócios, na categoria Inovação e Sustentabilidade. O Prêmio tem como objetivo incentivar projetos que contribuam para a alfabetização digital, orientação, capacitação e inovação de Telecentros. A premiação visa, também, identificar, valorizar e dar visibilidade às iniciativas que promovam o desenvolvimento socioeconômico regional. Para participar Marília concorreu com mais de outras mil instituições. O projeto enviado pelo instituto Araçá Mirim era muito consistente e visava à capacitação de pessoas para atuarem no setor de turismo, com foco na Copa do Mundo de 2014.
​Marília é um exemplo vivo de desenvolvimento profissional, perseverança e trabalho em prol da comunidade. Ainda sem formação além do ensino médio, ela atuava como animadora de festas infantis, onde dava aulas de teatro de rua com o objetivo de entreter. Buscando oferecer mais atividades de lazer e cultura para a população, surgiu o desejo de transformar o trabalho realizado em algo formal. A partir daí surgiu a ideia de criar o Instituto Araçá Mirim. Marília sentiu necessidade de especializar-se para concretizar seus projetos e com muita dedicação passou no vestibular para cursar pedagogia.

​Hoje ela ocupa uma cadeira no Conselho Estadual da Juventude e com o conhecimento acadêmico tem a oportunidade de planejar um melhor ensino e aprendizagem no Instituto. A educação foi fundamental na vida de Marília e ao perceber isso, ela buscou dar capacitação profissional à população através dos cursos fornecidos pela Dr. Micro. Em entrevista ela ressaltou a importância desta parceria: “Aqui de onde eu venho as pessoas tem pouca formação, é muito difícil ingressar em uma faculdade ou se profissionalizar em uma área. Uma boa maneira de se ter acesso à melhores oportunidades de vida é através dos cursos à distância”  

​Capacitando cidadãos, munindo-os de conhecimento na área de informática, economia e idiomas, por exemplo, a Dr. Micro e o Instituto Araçá Mirim oferecem a perspectiva de um futuro melhor para todos aqueles que participam das atividades.

 

Dr. Micro estará presente em debate no Rio sobre o papel das lan houses na capacitação de pessoas para a copa e olimpíadas

O circuito de eventos “Bate Papo com Lan Houses”, que percorre as principais capitais brasileiras, chega ao Rio de Janeiro no dia 10 de dezembro,sábado, para debater sobre oportunidades para os donos de lan houses na oferta de cursos de capacitação para a copa do mundo e olimpíadas. As inscrições são gratuitas, limitadas e podem ser realizadas na internet através do endereço tinyurl.com/bplanhousesrj

Conforme estimativas da Ernest & Young, em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV) o fluxo turístico para os dois grandes eventos seria responsável por receitas adicionais na ordem de R$ 6 bilhões para as empresas brasileiras, caso sejam aproveitadas as oportunidades geradas. Esta perspectiva cria a necessidade de capacitação de pessoas e dos empreendimentos para atender a forte demanda que estar por vir. É neste cenário que a reestruturação das lan houses como centros de inclusão digital na oferta de cursos de capacitação já começam a abocanhar sua fatia
deste montante.

Os debates ocorrem no Clube de Engenharia do Rio de Janeiro, na avenida Rio Branco, 124 no auditório do 22o andar. O evento tem o apoio do SEBRAE/RJ e reúne as principais empresas de internet que trabalham com produtos e serviços para lan houses, como Microsoft, VostuPag, BoaCompra, PayMentez, CDI Lan, Dr.Micro, WebAula, Itautec e NexCafé Continuar lendo